Acessibilidade

A + A A -
Segunda-feira, 29 de Junho de 2020 15:39

Vanazzi encaminha oficio a  Eduardo Leite solicitando medidas mais duras de combate ao Covid-19 pelo governo do Estado

Foto: Valentin Thomaz

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, encaminhou nesta segunda, 29, um ofício ao governador Eduardo Leite pedindo ações mais firmes em relação ao combate à pandemia, especialmente na Região Metropolitana e Vale do Sinos. "Estamos diante de um momento crítico e decisivo para o desdobramento do combate à pandemia da Covid-19. O número de casos, em curva muito ascendente no país, agora também cresce de maneira acelerada no Rio Grande do Sul.

Os sinais de esgotamento do sistema de saúde de cidades da região metropolitana como Canoas e Novo Hamburgo nos levam a um risco muito sério de colapso no atendimento à população", diz o prefeito na carta. Segundo Vanazzi, há relatos de que as cidades já estão enviando seus pacientes para diversas regiões do Estado em busca de tratamento e também de falta de equipamentos e profissionais que possam dar conta dessa situação.

Para o prefeito leopoldense, os estudos que embasam as bandeiras de distanciamento no Estado devem ser cumpridos à risca, sem flexibilizações pontuais. "Pressões econômicas compreensíveis, mas que surgem da falta de uma visão abrangente do grave problema, vão destruir qualquer sistema de controle. Jogar a responsabilidade sobre os ombros dos prefeitos só aprofunda essa crise", critica o prefeito.

O ofício ainda sugere que somente a habilitações de leitos pelo Ministério da Saúde, neste momento vivido pela região, pode não ser mais suficiente num curto espaço de tempo. Vanazzi lembra que há estudos importantes, inclusive da Universidade Federal de Pelotas, nos quais estão baseadas as bandeiras, que recomendam uma paralisação total de 15 dias para conter o avanço da pandemia e também o colapso na saúde. "Concordamos com esta orientação e nos colocamos à disposição para construir de forma coletiva, mas é preciso a coordenação efetiva do governo estadual."

Vanazzi destaca ainda que o Governo do Estado precisa adotar medidas de proteção da economia, como a disponibilização de linhas de créditos acessíveis através do Banrisul em socorro aos pequenos negócios. "Estamos chegando no limite. É preciso reagir já e com firmeza, defendendo a vida e ao mesmo tempo garantindo a sobrevivência econômica dos setores mais atingidos de nossa economia, em especialmente os trabalhadores e as pequenas empresas."

 

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h