Acessibilidade

A + A A -
Quinta-feira, 30 de Julho de 2020 19:46

Prefeitura e Unisinos atuam em parceria no acompanhamento de pacientes com Covid-19


São Leopoldo é um dos poucos municípios que conta com uma estrutura especial para acompanhar casos relacionados ao novo coronavírus. Desde o final do mês de março, quando surgiram os primeiros registros da doença, a Central de Monitoramento de Isolamento Domiciliar (Cemid) foi instalada no Centro de Vigilância em Saúde. Além de fazer a relação com os pacientes, os profissionais da central realizam um importante trabalho de coleta de dados que serve como base para políticas públicas no enfrentamento da pandemia.

 

No entanto, com o aumento dos índices no Estado, a Cemid começou a ter dificuldades com o fluxo diário. Números dessa quinta-feira, 30 de julho, apontam que 498 leopoldenses permanecem com o vírus ativo. Diante do novo desafio, o secretário da Saúde, Ricardo Charão, entrou em contato com a Escola de Saúde da Unisinos e propôs uma parceria para que estudantes auxiliem no telemonitoramento dos pacientes com covid-19.

 

Os monitorados foram divididos pelos tipos de teste. A Cemid segue com pacientes testados por PCR (secreção) e IGM reagente. A Unisinos acompanha quem fez Testes-rápidos (TR) e IgG com Igm reagente, o que corresponde a uma média de 150 pacientes. Diariamente, estudantes (com supervisão de professores) entram em contato com os positivados para repassar orientações quanto ao isolamento e receber informações sobre o seu estado de saúde.

 

O serviço serve de aprendizagem para os futuros profissionais. É o caso da estudante Amanda Zimmermann dos Reis, que cursa Nutrição e que devido ao atraso da formatura, prevista para agosto, aproveitou para se qualificar sobre a nova doença e a relação com os pacientes. “O telemonitoramento é importante em diversos pontos, pois é o elo que a Secretaria da Saúde mantém com os pacientes durante o período de isolamento. A partir dele, podemos ter o controle do estado de saúde de quem está positivado. É um espaço onde o paciente pode fazer suas queixas, tirar dúvidas, conversar, ter acolhimento neste momento atípico e muitas vezes difícil que vem passando”, ressaltou.

 

Para o prefeito Vanazzi a parceria com o meio acadêmico é fundamental. “Aqui em São Leopoldo a Unisinos tem sido uma grande parceira das ações da nossa gestão especialmente na área da saúde, um exemplo é com o Curso de Medicina que conquistamos e avança levando novos postos de saúde e atendimento mais qualificado para as nossas comunidades e agora especialmente na pandemia, esse trabalho dos estudantes da Nutrição e de outras importantes áreas da saúde são fundamentais, ainda mais com esse trabalho extraordinário que é o monitoramento dos casos positivos ativos, que são muitos, temos um trabalho muito grande da nossa saúde e essa parceria ajuda muito no enfrentamento do coronavírus especialmente”, afirmou Vanazzi.

 

Atuação em duas frentes
A parceria entre universidade e Prefeitura conta com outro grande trunfo: a coordenadora do Curso de Nutrição da Unisinos, Vanessa Backes, é servidora da Vigilância em Saúde. Por atuar nas duas funções, consegue fazer um intercâmbio de informações. “Facilita a comunicação, pois eu conheço a estrutura da universidade e de que forma podemos no inserir lá. Quando eu estou acompanhando os alunos lá, consigo identificar o que precisa ser melhorado. Com isso também a qualidade do atendimento acaba sendo melhor, com os alunos tendo a informação correta que passo por trabalhar na Vigilância”, explicou.

 

A parceria conta com o apoio do curso de Enfermagem, Nutrição, Farmácia e Fisioterapia da Unisinos. A Cemid, instalada na Prefeitura, conta também com uma equipe multidisciplinar, que reúne, entre outros, profissionais das áreas de medicina, enfermagem e odontologia. As informações obtidas podem ser conferidas no site saoleopoldo.rs.gov.br/coronavírus.



Foto: divulgação. Texto: Romeu Finato. Mtb 12.042. Scom/PMSL

Editorias
Prefeitura Municipal de São Leopoldo
Av. Dom João Becker, 754. Centro. CEP: 93010-010. Fone: (51) 2200-0201
Horário de atendimento: 9h às 14h